Conheça 6 estratégias de branding para pequenas empresas

6 minutos para ler

O branding para pequenas empresas tem conquistado muito espaço dentro do Marketing 4.0 por um bom motivo. Esse conceito reúne um conjunto de estratégias que ajudam você a estabelecer e construir a sua marca, permitindo que o consumidor identifique o seu negócio e consiga distingui-lo da concorrência.

Mais que uma tendência, o branding é um conceito-chave do marketing que, quando bem aplicado, pode criar o reconhecimento necessário para garantir a consolidação de sua marca no mercado e melhorar o relacionamento com o consumidor. Confira a seguir nossa seleção de dicas para você aplicar esse método em seu negócio agora mesmo!

4 estratégias de branding que podem ser adotadas por pequenas empresas

Grandes empresas têm um alto orçamento para investir em branding, mas você não precisa de uma conta bancária como a do Google para criar uma estratégia para a sua marca.

Apresentamos um passo a passo com 4 ações que podem ajudar sua empresa a se destacar e a atrair a atenção dos clientes sem gastar muito. Juntos, todos esses elementos podem criar uma presença única e memorável de sua marca no mercado. Acompanhe.

1. Defina a identidade de sua marca

Branding é mais que uma logo que aparece em um uniforme ou no cartão de visitas. Sua marca deve resumir quem é você como empresa – a missão e os valores do negócio -, o modo como você trata seus clientes e o estilo dos seus materiais visuais. Por isso, antes de avançar com as etapas mais táticas de sua estratégia de marca, reserve um tempo para descobrir a identidade da sua organização.

Algumas perguntas podem ajudar a descobrir o que você deseja para o seu negócio. Por exemplo: espero ser reconhecido pelo mercado? Que diferencial trago para o setor em que atuo? Quanto maior a clareza sobre quem você é, mais poderá inserir essa identidade em sua marca.

Aprender mais sobre o seu público-alvo também facilita o trabalho de branding. Pensando nisso, reserve ainda um tempo para definir seu consumidor ideal. Quem é ele? Qual é a idade desse cliente em potencial? Que tipo de renda e educação ele tem? O que importa para ele? Quando ele usaria seu produto e serviço? Por que ele precisaria da sua empresa?

2. Seja criativo na comunicação visual

Depois de definir a identidade do seu negócio, é hora de projetar a sua marca. Veja o que você precisa para dar início à comunicação visual do seu negócio.

Guia de estilo

O guia de estilo vai funcionar como um roteiro para que todo o material de divulgação apresente a mesma identidade visual. Esse guia deve conter a paleta de cores da marca, as fontes do texto e o tipo de design das embalagens, por exemplo.

Logotipo

Ele é a primeira imagem que seus clientes verão quando encontrarem a marca e é o recurso visual que está mais estreitamente associado ao seu negócio. Dessa forma, o logotipo deve ser o primeiro produto de comunicação criado, funcionando como inspiração para os demais recursos visuais.

Cartão de visitas

Ele ainda é um material importante para a divulgação da sua empresa. Não se esqueça de incluir o logotipo nesse material.

Site ou páginas nas mídias sociais

Lembre-se de que todo o material de divulgação na internet deve apresentar a logo e também seguir a paleta de cores do guia de estilo. Dependendo do seu negócio, você também pode precisar de recursos adicionais, como embalagens.

O importante é que você se lembre de que não importa onde o consumidor encontra sua marca. Seja visualizando seu logotipo, visitando seu site ou consultando os seus produtos em uma loja, a aparência e o design de toda a comunicação visual devem ser consistentes. Caso contrário, você pode confundir seu cliente e poderá perdê-lo para a concorrência.

3. Torne-se um especialista em seu campo de atuação

O marketing de conteúdo oferece a oportunidade de você mostrar a experiência na área em que atua, ajudando sua marca a se estabelecer como uma especialista nesse campo. Com o tempo, você conquista a confiança de seu público-alvo e, quando chegar a hora de procurar uma empresa para fazer negócios, você será lembrado.

O sucesso da produção como estratégia de marketing é fazer o conteúdo certo. Pesquise e descubra que tipos de perguntas seus clientes estão fazendo e produza um material que responda a essas questões.

Digamos que você possua uma confeitaria. Após suas pesquisas, você percebeu que seus clientes em potencial têm buscado por receitas e orientações para fazer bolos em casa. Crie uma postagem no seu blog descrevendo os princípios básicos desse ramo. Tal tipo de conteúdo fornecerá uma proposta de valor para o público e, quando eles procurarem por uma confeitaria (afinal, ninguém quer fazer o próprio bolo o tempo todo), sua marca será lembrada.

4. Melhore os seus canais de relacionamento

Aquilo que os consumidores dizem sobre sua marca é tão importante quanto a reputação que você constrói com o branding. Pensando nisso, busque sempre oferecer uma experiência positiva toda vez que seu público interagir com o seu negócio.

Veja os seus canais de relacionamento com o cliente, avalie o funcionamento deles e descubra como implementar uma gestão de inovação. É confuso fechar um pedido no seu site? Você demora para responder às mensagens no WhatsApp? As mídias sociais das marcas estão desatualizadas? Verifique também o feedback desses consumidores e descubra o que precisa ser melhorado.

Lembre-se de que essa estratégia não lida apenas com a imagem da organização, mas também em como você deseja ser percebido. Por meio das estratégias de branding para pequenas empresas, você pode enfatizar por que seu negócio e os produtos e/ou serviços que ele oferece são realmente a melhor opção para os clientes.

Essas dicas mostram que, para sua marca causar uma impressão positiva, duradoura e que encanta seus clientes, é preciso um pouco de criatividade e muita dedicação. O Sebrae Alagoas atua no fomento às micro e pequenas empresas. Entre em contato conosco e veja como podemos ajudar você a promover o seu negócio!

Posts relacionados

Deixe um comentário