Marketing 4.0: saiba mais sobre a nova era do marketing

6 minutos para ler

Com a evolução das tecnologias e a facilidade para os clientes encontrarem novas opções, as empresas têm que se desdobrar em esforços para atender consumidores mais exigentes. Assim, é natural que novos métodos de produção surjam como a vantagem competitiva.

É o caso do marketing 4.0, um conceito desenvolvido por um dos mais influentes profissionais em economia e gestão do mundo. Neste post, falaremos sobre o conceito e ainda apresentaremos meios de como implementá-lo diretamente em sua empresa. Siga a leitura!

O que é o marketing 4.0?

Este conceito foi desenvolvido por Philip Kotler, uma das principais mentes por trás do marketing moderno. Com a ajuda de outros teóricos de alto nível, ele estabeleceu os parâmetros para essa nova era de consumo.

O livro “Marketing 4.0: do Tradicional ao Digital”, em parceria com os autores Hermawan Kartajaya e Iwan Setiawan, reuniu todos os detalhes sobre o novo modelo. Segundo eles, o termo tem a ver com a revolução digital aplicada às empresas e ao relacionamento com os clientes.

Antes, para atingir o público e chamar atenção para a sua marca, as empresas simplesmente investiam em anúncios personalizados de TV, jornais, revistas e páginas na internet. Embora a tecnologia já estivesse presente, foi com o marketing 4.0 que ela se tornou fundamental.

Assim, para conquistar novos clientes, é necessário apostar ativamente na transformação digital. As novas tecnologias surgem para atender a um novo tipo de cliente. Ele está hiperconectado, utiliza frequentemente as redes sociais e pode encontrar novas opções de produtos com facilidade.

Como ele impacta as empresas?

Segundo a teoria de Kotler e dos seus parceiros, as empresas não desistirão do marketing tradicional — centrado nos anúncios televisivos e na mídia impressa. Contudo, a opção digital, representada pelo uso de mídias sociais e a internet, aumentará de forma significativa.

Para conseguir se diferenciar no mercado, as empresas precisarão saber mesclar esses dois mundos. Além disso, deverão vencer o desafio de engajar um público mais exigente, composto por pessoas que conseguem encontrar novas opções de produtos bem mais facilmente.

O comportamento desse novo consumidor pode transformar essas pessoas em aliados da marca. Isso ocorre, principalmente, por meio das avaliações e dos relatos presentes na internet. Uma pessoa que viaja para outro país e deixa uma opinião registrada em sites como Airbnb ou Booking, por exemplo.

Podemos dizer, também, que a transformação não se resume às ferramentas, mas também à postura. Por isso, as empresas precisam compreender esse novo paradigma do mundo do consumo, fortemente influenciado pelo meio digital. De acordo com o livro de Kotler, a conectividade produz as seguintes mudanças:

  • menos exclusividade e mais inclusão social, com barreiras geográficas e demográficas sendo gradualmente eliminadas;
  • aumento da competitividade por parte dos pequenos empreendedores, o que garante relações mais horizontais entre as marcas e os clientes;
  • decisões individuais, cada vez mais, influenciadas por opiniões deixadas na internet e compartilhadas em comunidades digitais.

Como aplicar em seu negócio?

Agora que vimos os conceitos, é hora de mostrar como aplicar efetivamente o marketing 4.0 em seu negócio.

Aposte na experiência omnichannel

As pessoas criam perfis digitais em diferentes plataformas. Assim, é importante que a empresa construa sua presença em diversos canais, misturando tanto as opções tradicionais como o cenário digital. A experiência omnichannel tem a ver com a capacidade de contar com diversos canais em sintonia, oferecendo uma experiência de consumo contínua.

Ela garante que os consumidores consigam encontrar os produtos e serviços de forma rápida e fácil, com conteúdos explicativos a acompanhá-los. No entanto, é muito importante que esse movimento seja bem integrado.

Assim, nada de criar perfis de forma um tanto aleatória nas redes. É preciso pesquisar aquelas que mais tenham a ver com o seu público-alvo, investir nelas e fazer com que operam em sintonia. Desse modo, será mais fácil concentrar esforços onde os clientes realmente estão.

Tenha um site responsivo

Suponhamos que o site da sua empresa seja um espetáculo visual: contudo, esse poderio só aparece na tela de computadores de mesa. Quando os consumidores tentam abri-lo pelo smartphone, se deparam com uma página mal estruturada.

Isso é extremamente prejudicial para os negócios. Ter um site responsivo significa manter uma página que mantenha boas características visuais e de navegação tanto em dispositivos móveis como em desktops e notebooks. Lembre-se: muitas pessoas buscam produtos pelo celular.

Caso elas deem de cara com um site que fique todo distorcido no smartphone, a tendência é de que elas não voltem mais à página da sua loja.

Faça marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é caracterizado pela presença de artigos embasados na página da sua empresa. Além disso, é possível contar com vídeos explicativos. A estratégia é a seguinte: as pessoas buscam soluções para determinados problemas, certo? Caso elas encontrem a resposta para as suas dores em seu site, é grande a possibilidade de que elas desenvolvam um relacionamento especial com a sua marca.

Além de lerem outros artigos, aumentando a visibilidade da sua página, elas chegarão aos seus produtos. Com o marketing de conteúdo, você oferece não somente produtos e serviços comerciais, mas também material de qualidade para que as pessoas possam se informar melhor sobre determinados assuntos.

Integre marketing online e offline

“Marketing 4.0”, o livro, apresenta um paradoxo interessantíssimo: a interação online versus os meios offline. Por mais que os consumidores estejam aumentando sua presença na internet, a experiência física ainda é bastante valorizada.

Dessa forma, aposte na convergência entre o meio digital e o offline. Oferecer a opção de retirar produtos na loja é uma boa maneira de atrair as pessoas e conversar diretamente sobre as suas preferências.

Humanize a marca

Na era do marketing 4.0, a marca deve buscar se humanizar, desenvolvendo a empatia pelos consumidores. Uma boa maneira de atingir esse objetivo é trabalhar com as personas — representações semifictícias de representantes do público alvo.

Isso pode ser feito por meio de pesquisas de mercado, questionários enviados por e-mail ou conversas por telefone. Para atrair mais pessoas para completar o seu estudo, ofereça cupons de desconto. Tente variar entre os clientes já fidelizados e pessoas que já mostraram algum interesse pela sua marca, mas que ainda não adquiriram um produto de fato.

Como foi possível notar, o marketing 4.0 representa um novo paradigma de atuação das empresas e da sua relação com os consumidores. A transformação digital torna a tecnologia mais presente, mas o desafio principal está na convergência entre os meios digitais e offline. Essa combinação, realizada de forma bem-sucedida, é o que garante que a marca não se torne estagnada.

Gostou do artigo e quer ler mais sobre marketing e o meio digital? Então, aproveite a visita para saber tudo sobre como trabalhar com influenciadores digitais.

Posts relacionados