Como vender nas redes sociais: conheça mais sobre o poder do social selling

13 minutos para ler

As redes sociais surgiram inicialmente para promover a interação pessoal e compartilhamento de informações dentro do ambiente digital. Para além do simples entretenimento, essas redes se transformaram em um excelente espaço para os empreendedores encontrarem e converterem leads valiosos. Essa estratégia de negócios é chamada de social selling e ajuda a entender como vender nas redes sociais.

Para atender uma demanda dos consumidores que têm comprado cada vez mais pela internet, as empresas vêm aproveitado dos recursos disponíveis nessas redes, como fotos e vídeos para a apresentação dos produtos e serviços. A estratégia tem dado certo, de acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). A previsão para 2020 é de crescimento de 18% no volume de vendas online, um movimento liderado pelas micro e pequenas empresas nas redes sociais.

Continue a leitura, conheça as vantagens do social selling e descubra como preparar os seus canais de divulgação online para aumentar as vendas do seu negócio.

Qual a importância de vender pelas redes sociais?

Os hábitos de consumo estão mudando, assim como o relacionamento das pessoas com o ambiente digital. De acordo com um levantamento realizado pela GlobalWebIndex, empresa que analisa o uso e o comportamento dos usuários online, o Brasil é o segundo país que passa mais tempo utilizando as redes sociais, o equivalente a 225 minutos por dia.

Além disso, a maioria dos usuários desses canais está na faixa etária entre 18 e 49 anos, que corresponde ao público que tem hoje o maior poder de compra. Entre as motivações desses consumidores para o uso das redes está a procura por produtos e serviços para comprar.

É por isso que o Marketing 4.0 inclui as redes sociais como uma plataforma importante para a divulgação e a venda dos negócios. Ao adotar essas estratégias, sua empresa está mais perto de atingir esse público conectado.

É possível vender pela internet sem ter uma loja virtual?

Quando pensamos em vendas online, a primeira imagem que surge é de uma loja virtual. No entanto, é possível encontrar soluções para vender pela internet sem grandes investimentos. Veja alguns exemplos:

  • marketplace: é uma espécie de shopping virtual, no qual diferentes lojas oferecem seus produtos e serviços em uma única plataforma. A Elo7, que reúne produtores criativos e a OLX, que conecta vendedores de produtos e serviços, são exemplos desse canal de vendas. Também o Facebook oferece esse serviço;
  • blog: uma página que oferece conteúdo relevante para seu público e que pode impulsionar as vendas do seu negócio. Com o uso de ferramentas do Google, como o Meu Negócio, é possível atrair visitantes para conhecerem mais sobre sua empresa no blog;
  • redes sociais: esses canais vêm desenvolvendo recursos para melhorar a experiência de compra dos consumidores, como perfis voltados exclusivamente para empresas e a marcação de produtos dentro de uma postagem.

Quais as vantagens de vender pelas redes sociais?

Para as empresas, as redes sociais criaram uma maneira de enviar as mensagens de sua marca para as pessoas certas, na hora e nos canais certos. Aqui estão as principais razões que indicam as vantagens do social selling e como isso pode ajudar a garantir o sucesso de seu negócio.

Mais visibilidade para a sua marca

As redes sociais são uma estratégia de marketing digital econômica e eficiente para aumentar o reconhecimento de sua marca. Além disso, a cada conteúdo postado que é compartilhado em outras páginas, surge a possibilidade de levar o seu produto ou serviço a novos clientes em potencial.

Oportunidade de atrair mais tráfego

Sem utilizar uma rede social como parte de sua estratégia de marketing, será mais difícil para o seu negócio alcançar um consumidor fora do seu círculo de clientes frequentes. Com o uso dessas redes, é possível ampliar o seu poder de alcance de atração de novos públicos, podendo, inclusive, expandir sua área de alcance de mercado.

Possibilidade de nutrir leads

Lembre-se de que os consumidores estão utilizando essas redes como ferramentas para ajudá-los a fazerem melhores compras. Por isso, além de atrair novos públicos consumidores, as redes sociais são um local para a produção de conteúdo que orienta a jornada do consumidor ao longo do funil de vendas.

Construção de parcerias

As redes sociais têm um potencial infinito para a construção de parcerias que podem ajudar a alavancar as vendas. Uma delas é o marketing de influência, na qual um influenciador digital se transforma em um embaixador do seu produto ou serviço. Essas pessoas têm uma ampla rede de contatos, que vai conhecer a sua marca e, possivelmente, podem se transformar em clientes.

Permite o feedback dos consumidores

Essas redes sociais se transformaram em um canal de feedback constante. Independentemente do retorno obtido, mostrar que sua empresa se preocupa com a experiência e a satisfação do cliente não apenas ajuda a construir uma imagem positiva da sua marca, como também acaba atraindo novos compradores.

Como efetuar uma venda nas redes sociais?

A seguir, selecionamos as principais redes sociais e mostramos como é possível digitalizar a sua loja e realizar vendas em cada um desses canais.

Facebook

Essa é a maior rede social do mundo e pode ser utilizada para você lançar produtos e serviços, construir um canal de suporte aos consumidores, apresentar conteúdo relevante para o seu público e fazer vendas.

Existe um serviço gratuito desenvolvido especialmente para negócios, o Facebook Business. Com essa ferramenta, é possível criar uma página de divulgação dos seus produtos e serviços com alcance, funcionalidades e layouts pensados para a divulgação e a venda. Um dos recursos disponíveis permite, inclusive, a criação de uma loja virtual para vender seus produtos no Facebook.

Caso queira incrementar as ações nessa rede social, é possível utilizar o Facebook Ads. A ferramenta permite a criação de anúncios pagos, que serão adicionados à linha do tempo dos seguidores da página da sua empresa.

Instagram

O Instagram também já ultrapassou um bilhão de usuários e não para de crescer. O uso principal sempre foi o compartilhamento de imagens e pequenos textos, mas, com o tempo, trouxe novos recursos de vídeo, como o Stories , o IGTV e o Reels. Esses vídeos são uma excelente oportunidade para a apresentação do seu produto ou serviço, aproximando o consumidor da sua marca.

O Instagram também desenvolveu um recurso de vendas online para as contas empresariais, o que permite o uso dessa rede social como uma espécie de vitrine virtual. Você posta uma foto e inclui o preço de cada produto disponível na imagem. Ao clicar nessa foto, o cliente vê os preços dos produtos e pode ser redirecionado para finalizar a compra na loja virtual.

A rede tem também o Instagram Ads, um recurso pago que ajuda a promover as publicações de sua empresa no próprio Instagram.

WhatsApp

Essa rede tem uma versão gratuita desenvolvida especialmente para pequenas empresas: o WhatsApp Business. As adaptações dessa ferramenta facilitaram a interação com os clientes através de recursos que ajudam a automatizar respostas e a responder rapidamente às mensagens. Nas informações do contato, é possível incluir o horário de funcionamento, link do site e outras redes sociais.

Há ainda um recurso que permite a criação de etiquetas e a inclusão de informações que indicam os clientes que têm o pagamento pendente ou já finalizaram o pedido. Com as listas de transmissão, você pode apresentar produtos e serviços – de uma única vez – a toda sua lista de contato, por exemplo.

O WhatsApp Business oferece outro recurso importante que dá acesso a métricas – como o número das mensagens que foram enviadas, entregues, lidas e recebidas.

LinkedIn

O LinkedIn é uma importante plataforma de networking entre profissionais e possíveis parceiros de negócio e para produzir conteúdo que mostre a autoridade de sua empresa na área que atua.

Além disso, se o seu negócio desenvolve produtos ou serviços para outras empresas, o LinkedIn desenvolveu um recurso para vendas online, o Sales Navigator. Ela ajuda a identificar potenciais clientes por meio de ferramentas de busca, oferece alertas que indicam as necessidades dos clientes e permite o envio de mensagens personalizadas.

YouTube

Essa é a plataforma de vídeo mais utilizada em todo o mundo. Com o YouTube, você pode criar um canal de vídeo para se conectar com seus consumidores de um modo diferente das outras redes sociais. Crie tutoriais, ajude as pessoas a resolverem pequenos problemas diários em seu nicho, convide um especialista para descrever as vantagens dos seus produtos ou serviços e apresente seu negócio ao consumidor, por exemplo.

O importante é que todo o conteúdo produzido conduza o consumidor para a outra etapa da compra. Para isso, inclua na descrição do vídeo o link do site, o e-mail ou o WhatsApp da empresa.

Quais as principais dicas para otimizar as vendas nas redes sociais?

Descubra como vender pelas redes sociais seguindo as estratégias utilizadas pelos negócios líderes em venda online.

Selecione as redes sociais mais adequadas

Você viu as oportunidades de venda das maiores redes sociais, mas qual delas é a mais adequada ao seu negócio e tipo de público consumidor? Para responder essa pergunta, baseie-se nas personas de seu negócio. Também é importante construir uma estratégia de conteúdo que agrade esse público.

Explore os recursos das redes sociais

No tópico anterior, mostramos o investimento das redes sociais nas ferramentas que ajudam as pequenas empresas a utilizar essas plataformas como canais de vendas. Caso ainda não tenha substituído suas contas de usuário comum para a empresarial, faça isso agora mesmo e desfrute dos recursos que ajudam seu negócio a vender mais.

Publique com regularidade

As pessoas acessam as redes sociais diariamente em busca de novas postagens. Por isso, é importante definir um calendário editorial estabelecendo um cronograma para a publicação de novos conteúdos. Duas ou três postagens por semana são suficientes, o importante é manter a regularidade.

Promova conteúdos relevantes

Invista em conteúdos atrativos e que engajem sua audiência. A Lei de Pareto, também conhecida como 80/20 pode ser uma boa referência para o tipo de postagem. A cada duas publicações de divulgação de produtos e serviços da marca, traga oito posts com o intuito apenas de interagir e informar.

Capriche nas fotos

Apresente imagens que revelam os bastidores da fabricação dos produtos, que mostrem a sua equipe de trabalho ou relembre eventos já realizados. Invista, também, em imagens que possam despertar o desejo dos consumidores, além de republicar fotos de clientes que estão falando bem do seu produto ou serviço.

Adote uma escrita persuasiva

As técnicas de redação do copywriting foram desenvolvidas para construir uma mensagem persuasiva que incentiva o consumidor a adquirir determinado produto ou serviço. Aproveite os recursos desse tipo de escrita para criar uma imagem positiva da sua marca, apresentar as vantagens dos produtos e serviços e gerar autoridade.

Adicione hashtags

O uso de hashtags antes das palavras-chave permite que o conteúdo produzido por sua empresa seja encontrado por outras pessoas, além daquelas que já seguem a página do negócio.

Outra boa estratégia é criar uma hashtag própria para a sua marca e incentivar o seu público a compartilhá-la para terem direito a uma promoção, por exemplo. Em troca, eles ajudarão a aumentar a visibilidade de sua página e, consequentemente, suas vendas.

Faça testes nas redes sociais

Se você vai investir em mais de uma rede social, é importante descobrir qual delas é mais adequada à sua estratégia de vendas online. Comece com um planejamento de até três posts por semana, em cada uma delas. O conteúdo pode ser o mesmo, desde que ele esteja adaptado a cada plataforma. Ao longo das semanas, é possível identificar qual das redes sociais apresentou uma maior taxa de conversão.

Interaja com os seguidores

Reserve uma hora do dia para interagir com os clientes em suas redes sociais. Aproveite a oportunidade para esclarecer dúvidas e responder os feedbacks deixados em alguma postagem. Utilize outras ferramentas de interação das plataformas, como as enquetes. Mostrar que a preocupação de sua empresa com a opinião dos seus seguidores ajuda a aproximar o público da sua marca.

Como montar uma página atrativa?

A experiência do cliente deve ser o ponto inicial para o desenvolvimento de uma página atrativa nas redes sociais. Além do conteúdo relevante e do uso de boas imagens em suas postagens, é preciso incluir:

  • logotipo: a marca da sua empresa deve estar presente no perfil de todas as páginas. É necessário seguir as cores e o estilo adotados em todos os outros materiais de divulgação do negócio;
  • capriche na descrição: as redes sociais disponibilizam um espaço para a apresentação da sua empresa. Seja simples e objetivo;
  • inclua outras opções para contato: ofereça ao visitante de sua página mais de uma opção de canal para a compra do produto ou serviço. Se você postar uma foto com anúncio no Instagram, por exemplo, mas não tem um site para a finalização da compra, deixe um link com o WhatsApp da empresa;
  • apresente seus outros canais: seu negócio mantém mais de um canal nas redes sociais? Faça uma menção em suas páginas com os endereços para acesso. O Linktree é uma ferramenta que permite agrupar esses links.

As transformações no comportamento do consumidor e a interação desse público com as redes sociais desafiam os empreendedores a pensarem em novas estratégias de marketing. Em tempos de crise e concorrência acirrada, descobrir como vender nas redes sociais ajuda seu negócio a sair à frente, chegando ao cliente onde ele estiver.

Agora que você sabe tudo sobre social selling, leia nosso artigo com dicas para melhorar o relacionamento com o cliente!

Posts relacionados

Deixe um comentário