Decisão baseada em dados: o que você precisa saber? Contamos aqui!

4 minutos para ler

Você já ouviu falar em gestão guiada por dados? Data driven significa, basicamente, analisar informações e traçar estratégias a partir do cenário que se apresenta. Esse tipo de avaliação se justifica pela necessidade de maior objetividade na tomada de decisões de uma empresa.

Quer um exemplo? Sempre que um banco consulta a possibilidade de oferecer crédito a um cliente, investiga a movimentação financeira dele e, a partir do histórico, consegue saber a taxa de risco do empréstimo.

De modo parecido, a sua empresa, ao fazer a gestão guiada por dados, tem mais chances de construir estratégias acertadas para garantir o sucesso do negócio, além de controle operacional.

Por isso, hoje vamos mostrar a você tudo o que precisa saber sobre gestão guiada por dados!

Gestão mais ágil

A gestão de qualquer negócio é extremamente complexa, em função da grande quantidade de processos que são necessários para a execução das tarefas.

Há empresas que têm vários departamentos, como marketing, administrativo, financeiro, entre outros. Cada seção terá processos específicos e todos eles precisam ser controlados para que se identifique o que é eficiente e o que não é.

Por isso, quando você investe em um sistema que unifique e automatize a maior parte desses processos, sobra tempo para que tenha maior controle e consiga enxergar gargalos que podem atravancar a eficiência da produção.

Se o sistema informa, por exemplo, que há uma alta demanda por determinado produto, convém verificar se o estoque honra essa demanda. Afinal, o cliente deve ter as necessidades atendidas sempre!

Tomada de decisões

A necessidade de se tomar decisões rápidas é uma constante na vida do gestor, que, além disso, precisa se assegurar de que está optando pelo caminho mais acertado. Ou seja, precisa deliberar de forma rápida, sem que isso coloque a empresa em risco.

A tecnologia e o uso de dados impactam positivamente também nessas decisões, pois rapidamente você consegue obter um fluxo de informações para ajudar a refletir e fazer as considerações necessárias para optar pelo melhor caminho.

Sem contar que todas as ponderações vão considerar um contexto mais realista, pois são feitos previamente o confronto e a análise dos dados, de modo que você entenda melhor o cenário e tome a melhor decisão.

Tecnologia da Informação como um departamento estratégico

Em uma empresa movida pelo data driven, o TI é um departamento que auxilia diretamente nas estratégias da empresa, ao invés de apenas funcionar como suporte técnico.

Nesse caso, o TI vai poder criar ou aperfeiçoar softwares que contribuam com os processos da empresa ou mesmo criar mecanismos para uma análise de dados mais assertiva.

Isso porque o profissional da área tem conhecimento em Business Intelligence (BI), o que significa que, além de implementar um sistema de gestão de dados, vai poder ajudá-lo a monitorar e analisar essas informações de forma rápida e eficaz.

Análise de mercado

O crescimento de uma empresa depende de uma avaliação bastante assertiva do mercado, certo? Nesse caso, a análise de dados permite que você faça previsões para não ficar à mercê das mudanças econômicas, como o caso de uma alteração de governo ou da abertura de uma concorrência e antecipe tendências que poderiam afetar o seu negócio.

É um modo de estar sempre à frente da concorrência, enxergando oportunidades de crescimento ou, ao menos, de estabilidade em cenários de crise.

Hoje, mostramos a você a importância dos dados para o seu negócio. Agora, o que você precisa fazer para ter uma gestão data driven é investir na sua capacitação e na da equipe para aprender a armazenar, monitorar e analisar os dados.

Se você gostou deste conteúdo, compartilhe nas suas redes sociais!

Posts relacionados