Técnicas de negociação Técnicas de negociação

Aprenda a analisar o mercado e identificar oportunidades

5 minutos para ler

A era digital já era uma realidade no mundo e teve seu dinamismo acentuado com a pandemia do coronavírus. As empresas que conseguiram se manter competitivas precisaram se adaptar a uma nova realidade e se reinventar para se adequarem às novas relações e hábitos de consumo.

Nesse contexto, agilidade é importante e informação é um ativo tão valioso quanto recursos humanos e financeiros. Então o que você faz com os dados que obtém do mercado? Quais são suas fontes? Como obtém e analisa as informações sobre o seu segmento de negócio?

Não é preciso reinventar a roda. Não estamos falando de criar soluções nunca antes vistas pelo consumidor, mas do empenho em se aperfeiçoar constantemente e buscar estratégias melhores. Adaptação e aprimoramento são palavras-chave nesse processo.

Confira na sequência algumas dicas para você analisar o mercado e identificar oportunidades para o seu negócio!

Conheça bem o cliente

O que o consumidor quer? Entender as expectativas, comportamentos, desejos e necessidades dele é uma forma de tornar mais atrativa a oferta da sua empresa. Assim, você agrega valor ao produto ou serviço prestado, cria novas soluções e pode até explorar novos nichos.

Pesquise a fundo o perfil do seu cliente: faixa etária, sexo, grau de escolaridade, nível de renda, onde mora, crenças e estilo de vida. Pesquisas de mercado são ótimas para você conhecer a fundo o público-alvo identificando características e hábitos de consumo.

Daí podem surgir ideias para aprimorar sua oferta (quem sabe oferecer um serviço agregado ao produto) e explorar novos nichos de mercado. Ainda é possível utilizar as redes sociais como fonte de informação. Invista nessa aproximação da marca com o cliente e descubra o melhor canal de comunicação para o seu negócio!

Analise a concorrência

Conheça os produtos e serviços oferecidos pelos concorrentes, avalie a participação deles no mercado, quais tecnologias utilizam, onde estão localizados, como operam, quem são os fornecedores e clientes, pontos fortes e fracos.

Uma empresa local parecida com a sua pode estar vendendo mais porque atende os clientes em casa, por exemplo, ou porque investiu em transformação digital. As informações permitem que você compare suas ações com as da concorrência: material, qualidade do produto e precificação, por exemplo. Até mesmo o custo da entrega pode ser um diferencial competitivo.

Sam Walton, fundador do Walmart, visitava as lojas dos concorrentes e fazia anotações para promover melhorias em seu negócio desde a fundação da empresa em uma cidade pequena do Arkansas, nos Estados Unidos.

Quem sabe outro mercado do bairro esteja conquistando mais consumidores por causa de um processo bem estruturado de pós-venda. Analise as boas práticas dos concorrentes e avalie os impactos de aderir algumas dessas ações ao seu negócio.

Avalie tendências

Analisar o mercado e identificar oportunidades também depende da capacidade de estar antenado às novidades e se adaptar ao comportamento do consumidor. Quer um exemplo? As pessoas passaram a cozinhar mais em casa e a ter maior preocupação com o que comem durante a pandemia do coronavírus.

Pesquisas indicam que o consumo de açúcares e carne vermelha caiu e esse novo estilo de vida tende a continuar mesmo com o fim do isolamento social. Pense em como isso afeta restaurantes, lanchonetes, mercearias, quitandas e serviços de delivery.

De repente vale a pena repensar o menu oferecido ao cliente, incluir opções mais saudáveis e investir na entrega rápida e em produtos para um nicho de mercado específico (sem glúten para os celíacos e variar na receita para os vegetarianos).

Falando em tendências, também vale ficar atento ao aumento do consumo online (acentuado durante a pandemia) e a preocupação do consumidor com sustentabilidade na hora de estruturar ou fazer crescer o negócio.

Conheça os pontos fortes e fracos do seu negócio

Tome um tempo para definir missão, visão e valores do seu empreendimento. São fios condutores que ajudam a marca a não perder a identidade. Daí, vá adiante para analisar o mercado e identificar oportunidades.

Já ouviu falar na análise SWOT? Em português, ela também é conhecida como a matriz FOFA, acrônimo formado pelos 4 aspectos para os quais o empreendedor deve olhar em seu negócio:

  • forças (fatores positivos da empresa, ambiente interno);
  • oportunidades (fatores positivos do mercado, ambiente externo);
  • fraquezas (fatores negativos do negócio, ambiente interno);
  • ameaças (fatores negativos do mercado, ambiente externo).

A força do seu negócio pode ser a modernidade das instalações (o que garante que a produção flua melhor) ou seus anos de experiência no mercado financeiro caso resolva trabalhar por conta própria como consultor.

Oportunidade para um restaurante de alimentação saudável é a abertura de uma academia na região. A fraqueza, por exemplo, pode ser a falta de conhecimento em marketing digital para fazer sua marca na internet ou um pós-venda desestruturado. 

A avaliação de todo o contexto interno e externo do negócio ajuda o empreendedor a entender seu cenário atual e a estabelecer planos e metas. Que tal investir no treinamento dos vendedores para fidelizar clientes, por exemplo?! Use a matriz FOFA para mitigar riscos, entender e prever cenários e orientar a tomada de decisão. e aumentar a sua competitividade no mercado

Conhecer bem o cliente, analisar a concorrência, avaliar tendências e conhecer os pontos fortes e fracos da sua empresa são medidas que ajudam você a entender melhor o mercado e identificar oportunidades. Essas ações valem a pena para aumentar sua competitividade.

Gostou das dicas? Se aprofunde no assunto com o nosso Guia de Tendências!

Posts relacionados

Deixe um comentário