Entenda como funciona a Google Bard, a Inteligência Artificial do Google

7 minutos para ler

As inteligências artificiais geradoras de conteúdo chegaram mesmo para ficar. Enquanto o ChatGPT ainda é um assunto quente no mundo todo, outras opções começam a se firmar no mercado. Uma delas é o Google Bard, desenvolvido em um trabalho em conjunto com o mecanismo de busca mais famoso do mundo.

O Bard promete se diferenciar dos seus concorrentes por ter um foco mais informativo e objetivo. Uma indicação desse objetivo está no próprio nome da ferramenta.

Para entender melhor essa história e as funcionalidades e benefícios do Google Bard para os pequenos negócios, continue a leitura!

O que é o Google Bard?

O Bard é um chatbot inteligente e uma inteligência artificial desenvolvida pelo Google. Como quase todas as grandes empresas de tecnologia passaram a investir em IA, essa solução digital surge como uma resposta à outra plataforma similar que tem chamado a atenção: o ChatGPT.

À primeira vista, o Bard é apenas mais uma inteligência artificial com a capacidade de gerar texto, ao responder a perguntas dos usuários. Contudo, seu foco é mais informativo, até pela capacidade de acessar os resultados da busca do Google em poucos segundos.

O próprio nome da plataforma sugere essa pegada informativa. O termo “Bard” surgiu em 2022, quando o projeto começou. De acordo com a empresa, a ideia por trás era que a ferramenta servisse para encontrar informações, mas também para que os usuários ajudassem a ter novas ideias e resolver problemas com base nesse conhecimento.

Foi aí que surgiu o nome “bard”, de bardo, uma herança das línguas celtas. Na Europa antiga, os bardos (também chamados de aedos ou trovadores) eram contadores de história e artistas profissionais. Desse modo, eles ajudavam a espalhar e perpetuar o conhecimento sobre a cultura europeia por onde passavam.

Outro detalhe muito interessante: você sabia que um empreendedor brasileiro teve um papel fundamental na criação do Bard? Daniel Freitas trabalhou para o Google e desenvolveu um chatbot chamado Lamda — que foi a base do programa atual da empresa. Hoje, Daniel tem a sua própria empresa de IA, a Character.AI.

Qual é a sua relação com o ChatGPT?

O Bard é competidor direto do ChatGPT. Enquanto o primeiro foi desenvolvido pela Google, o segundo foi criado pela Open AI. Ambas as soluções são capazes de responder a perguntas diretas, criar relatórios, sugestões e outras funcionalidades.

Uma das principais diferenças é que o ChatGPT chegou primeiro ao Brasil, ainda em 2002 — enquanto o Bard só foi disponibilizado em julho de 2023. Enquanto a solução da Open AI aceita qualquer plataforma de e-mail para o login, você precisa de uma conta do Google para utilizar o Bard.

Outra diferença é que o Bard tem acesso ao Google Search para encontrar informações, enquanto o ChatGPT não conta com essa funcionalidade. Assim, de acordo com os criadores do Bard, a base de dados para prover respostas é bem maior do que a tecnologia da Open AI.

Para utilizar a ferramenta, você precisa entrar no site oficial da plataforma e criar o seu login. Ainda não há um aplicativo oficial do Bard.

Quais são as funcionalidades do Google Bard?

Após entender o conceito e as diferenças em relação ao seu principal concorrente, vejamos quais são as principais funcionalidades do Bard.

Informa os usuários com conteúdo relevante

Como o seu próprio nome sugere, esse chatbot tem um grande foco em informar o usuário. Para isso, o Bard consegue acessar e processar notícias atualizadas de diversas fontes, desde jornais internacionais como o New York Times, a BBC News até veículos brasileiros igualmente respeitados, como O Globo.

Dessa forma, ele consegue fornecer um resumo das principais notícias do dia e até desenvolver um sumário a partir dos seus interesses. Você pode fazer um teste: abra a página do Bard e peça um compilado das principais novidades da semana. Em poucos segundos, você sairá mais bem informado.

Fãs de esportes e games podem solicitar um resumo dos últimos resultados e das novidades no mundo do entretenimento. Basta fornecer um recorte para a plataforma, como uma competição específica, uma localidade ou um tema.

Analisa dados para ajudar empreendedores

Com o surgimento das ferramentas de inteligência artificial, como o Bard, o trabalho de análise de dados ficou bem mais veloz — e democrático. Isso porque basta fornecer algumas informações numéricas relacionadas ao seu negócio para que ele compile esse conteúdo e transforme em um texto articulado e útil.

Será possível identificar tendências, valores atípicos ou até solicitar insights do chatbot. Ele também é capaz de gerar relatórios bem detalhados e versáteis, que possibilitam uma visão mais focada e melhoram a tomada de decisão.

Contudo, como também é o caso do ChatGPT, não assuma que toda a análise feita é uma verdade instantânea. Dê uma olhada no que foi gerado, cheque os números e desconfie de fatos citados pela plataforma, uma vez que esse trabalho não é imune a erros.

Adequa o tom de voz para uma comunicação efetiva

Um dos principais benefícios do Bard é a capacidade que a solução tem de responder às perguntas com diferentes estilos. Ele oferece 5 diferentes tipos de resposta a qualquer pergunta:

  • simples;
  • longa;
  • curta;
  • profissional;
  • casual.

Por isso, caso você não goste da forma com a qual ele respondeu a algum questionamento, pode escolher uma das outras 4 opções. Isso é importante na hora de elaborar campanhas para públicos-alvo totalmente diferentes.

Trabalha em conjunto com outras ferramentas do Google

Esse chatbot permite que todas as respostas sejam exportadas diretamente para um arquivo do Documents ou do Gmail, outras soluções do Google. Essa é uma forma eficiente de compartilhar informações com colegas de trabalho ou até para quem quer salvar um rascunho para responder a um e-mail posteriormente.

Auxilia programadores e desenvolvedores

O Bard oferece suporte a mais de 20 linguagens de programação. Para quem está começando a estudar o tema ou precisa de ajuda para terminar de escrever um código “empacado”, a ajuda vem muito a calhar.

Conforme a ferramenta vai evoluindo, o sistema tem sido capaz de decodificar conteúdos já existentes, explica linhas específicas de programação para quem está começando na carreira e até mesmo escreve códigos para o recurso “Planilhas do Google”.

Um dos principais pontos de encontro dos programadores na internet é o site GitHub. Os usuários podem direcionar o Bard para a página e pedir a sua ajuda para que explique as etapas de um código complexo, por exemplo.

Ajuda os pequenos negócios

O Bard ajuda diretamente os pequenos negócios. Em primeiro lugar, ele é totalmente gratuito no Brasil, enquanto o ChatGPT oferece alguns recursos avançados apenas para alguns assinantes.

Além disso, será possível combinar a ferramenta a outra solução gratuita e muito útil do Google: o Analytics. Você pode pegar os dados analíticos e pedir para o Bard gerar insights, automatizar tarefas e criar conteúdo, como textos para uma estratégia de e-mail marketing e anúncios direcionados.

Com essa combinação, fica mais fácil analisar os dados de tráfego de um e-commerce e pedir ao Google Bard alguns insights para tomar decisões e concluir mais vendas, por exemplo.

Um pequeno empreendimento também poderá automatizar algumas rotinas de atendimento, tornando mais ágil a interação com os clientes. Como você viu no artigo, a ferramenta chega para sacudir o mundo da inteligência artificial e, melhor ainda, ajudar empreendedores a otimizar seus processos.

Aproveite a visita ao blog e navegue pelo Hub Sebrae!

Posts relacionados

Deixe um comentário