Identificar tendências Identificar tendências

Veja 3 dicas de como identificar tendências no seu mercado!

3 minutos para ler

O empreendedor que inova nem sempre é quem impulsiona mudanças no seu ramo de atuação, mas pode ser aquele que é capaz de identificar tendências e tirar proveito delas antes da concorrência. Isso é um segredo que muitos ainda não conhecem e, com isso, deixam de desfrutar de excelentes oportunidades de negócio.

O mundo está em constante transformação e as empresas precisam acompanhar esse ritmo acelerado. Nos últimos tempos, o grande catalizador de mudanças foi a Covid-19, que afetou a economia como um todo. Porém, esta década está apenas começando e muitas novidades estão por vir.

Por isso, leia o nosso artigo para conhecer as novas ideias que vão conquistar espaço e como retomar o ânimo nesse momento tão delicado. Aproveite!

1. Analise movimentos incomuns

Estamos falando de disrupção, ou seja, daquelas mudanças que alteram completamente o paradigma. Antes do lançamento do iPhone, os aparelhos de telefone tinham um modelo consolidado, hoje, o smartphone mais básico tem mais funções do que um computador.

Nessa linha de pensamento, o que as empresas precisam desenvolver é a capacidade de avaliar os recursos disponíveis no presente e utilizá-los de forma inovadora. Essa iniciativa abre caminhos para a criatividade em cenários que fogem da normal.

2. Use pesquisas de mercado

Quando consideramos esse instrumento, existem duas fontes que podem ser utilizadas. A primeira delas é a utilização de pesquisas elaboradas por instituições reconhecidas. O Ebit, por exemplo, divulga anualmente um estudo sobre o mercado de e-commerce. Nele, constam indicadores de comportamento, avaliação do potencial de vendas e novas ideias que podem se consolidar nos próximos anos.

Já a segunda alternativa, é colocar a mão na massa e produzir os seus próprios estudos com foco no seu público-alvo e perspectivas que afetam o seu negócio diretamente. Independente da sua escolha, as pesquisas de mercado são uma fonte de informação insubstituível.

3. Foque no que o cliente tem a dizer

Experiência do usuário, marketing de relacionamento e data driven são metodologias que colocam o cliente e as suas necessidades no centro da estratégia do negócio. Para favorecer a experiência de compra, é essencial compreender os seus hábitos, estudar o seu cotidiano e estender as etapas da jornada de compra.

Tudo isso agrega precisão ao processo, pois a empresa fornece exatamente aquilo que o cliente espera e deseja nessa relação. Por isso, fique atento ao feedback dos clientes para desvendar como potencializar as suas vendas.

Por fim, essa iniciativa é um diferencial que ajuda a lidar com períodos de instabilidade econômica e incertezas. Além disso, tem relação direta com a forma como o público percebe a imagem da empresa, o que propicia a construção de uma reputação voltada para a inovação e a valorização do consumidor.

O Sebrae é uma das instituições que o empreendedor pode contar para ajudar a desenvolver uma cultura de inovação. Nós oferecemos apoio em todas as etapas do negócio e estamos na linha de frente do movimento que deseja mudar o rumo das empresas. Você pode contar com toda a nossa expertise e conferir o nosso guia de tendências com foco no consumo em tempos de pandemia.

Posts relacionados

Deixe um comentário