Como precificar serviço Como precificar serviço

Saiba como precificar seu serviço para lucrar mais!

4 minutos para ler

Quanto vale o seu trabalho? A resposta a esse questionamento leva muitas variáveis em consideração, como o nível de experiência que você tem, as ferramentas que domina e até mesmo o número de horas que você deseja trabalhar por dia.

Por isso, preparamos um post especial para você entender como precificar o seu serviço de maneira adequada. A boa notícia é que não é preciso “chutar”, uma vez que existem até mesmo programas e sites para ajudá-lo a encontrar os valores que tenham a ver com as suas ambições e experiência. Boa leitura!

Determine seus gastos

Antes de tudo, é importante estudar e definir o quanto você deseja faturar por ano ou mês. Depois é importante realizar um cálculo dos gastos fixos, como:

  • mensalidade de internet;
  • custos de energia elétrica;
  • conta de água;
  • transporte;
  • combustível.

Assim, você conseguirá projetar receitas mais realistas. Tome muito cuidado para não esquecer de nenhuma despesa, já que esse ato falho pode afetar todo o seu planejamento. Considere contratar os serviços de profissionais de contabilidade, que garantirão que os seus impostos estejam em dia.

Observe o comportamento da concorrência

Com a internet, ficou muito mais fácil estudar a concorrência e o nicho no qual se quer atuar. Visite sites que ofereçam os mesmos serviços que você, verifique os preços e os depoimentos de clientes. Isso é fundamental para entender o que os consumidores valorizam nas atividades executadas.

Busque grupos de Facebook e fóruns específicos. Depois dessa análise, pense no seu nível de experiência e expertise no mercado. Desse modo, você poderá definir um preço de acordo com os valores praticados e que façam jus ao que você pode oferecer aos clientes.

Escolha entre a cobrança por hora ou preços fixos

É importante entender que precificar os serviços depende do nicho no qual você atua. Assim, decidir entre cobrar por hora ou determinar uma taxa fixa tem a ver com a complexidade do trabalho e os custos gerais.

Muitos clientes gostarão de saber logo o quanto será preciso desembolsar para evitar surpresas na hora de pegar a conta. Isso é importante em projetos de longa complexidade, já que a taxa por hora pode onerar muito o consumidor.

Caso o seu serviço leve tempo (como um trabalho mais amplo de programação, por exemplo), considere cobrar preços fixos para fidelizar os clientes. Contudo, se for uma atividade que possa ser feita em poucas horas, estude praticar valores variáveis de acordo com o tempo gasto.

Use uma calculadora virtual para freelancers

Utilizar uma ferramenta especial para freelancers, por exemplo, é uma ótima maneira de definir as margens de ganho e entender o quanto você precisa realmente trabalhar para atender aos seus objetivos. Uma ótima opção é a calculadora da 99 freelas.

Por meio dela, você consegue estabelecer o quanto quer ganhar, quantas horas por dia deseja atuar e até mesmo o número de semanas de férias para tirar sem comprometer os lucros. Também é possível contar com apps bem avaliados pelos usuários, como o Timesheet, desenvolvido especialmente para empreendedores e autônomos.

Agora que você entendeu como precificar serviço, será possível estabelecer os valores de acordo com a sua expertise, sempre levando em conta um estudo apurado do mercado. Saber realizar esse trabalho de maneira adequada é essencial para otimizar os lucros na hora de prestar serviços!

Gostou do artigo e quer saber mais sobre como precificar seu serviço? Basta agendar uma consultoria pelo site do Sebrae Alagoas ou telefonar para a nossa Central de Relacionamento (0800 570 0800)!

Posts relacionados

Deixe um comentário